ELEIÇÕES 2022: LULA VENCE BOLSONARO
31/10/2022 13:52 em POLÍTICA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) derrotou o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) no 2º turno das eleições. Com 99,01% das urnas contabilizadas, ele está matematicamente eleito, segundo o Tribunal Superior eleitoral (TSE).

 Entre os Estados, 12 também decidiram seus governadores: Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

Lula eleito: 'Não existem dois Brasis. Somos um único país, um único povo, uma grande nação', diz petista em discurso após vitória

"A partir de 1º de janeiro de 2023, vou governar para 215 milhões de brasileiros e não apenas para aqueles que votaram em mim. Não existem dois Brasis. Somo um único país, um único povo, uma grande nação", disse o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em seu pronunciamento em um hotel em São Paulo após o Tribunal Superior Eleitoral confirmar sua vitória na eleição no domngo (30/10).

Lula afirmou que pretende unir o país após ser eleito para um terceiro mandato com uma vitória apertada, com 50,90% dos votos válidos (com 99,98% das urnas apuradas).

"Chegamos ao final de uma das mais importantes eleições da nossa história. Uma eleição que colocou frente a frente dois projetos opostos de país e que hoje tem um único e grande vencedor: o povo brasileiro", disse Lula.

"Esta não é uma vitória minha, nem do PT, nem dos partidos que me apoiaram nessa campanha. É a vitória de um imenso movimento democrático que se formou, acima dos partidos políticos, dos interesses pessoais e das ideologias, para que a democracia saísse vencedora."

Continuando seu discurso, Lula disse que não interessa a ninguém "viver num país dividido, em permanente estado de guerra".

"Não interessa a ninguém viver numa família onde reina a discórdia. É hora de reunir de novo as famílias, refazer os laços de amizade rompidos pela propagação criminosa do ódio", afirmou o presidente eleito.

"Este país precisa de paz e de união. Esse povo não quer mais brigar. Esse povo está cansado de enxergar no outro um inimigo a ser temido ou destruído. É hora de baixar as armas, que jamais deveriam ter sido empunhadas. Armas matam. E nós escolhemos a vida."

Em seguida, Lula agradeceu o candidato do PT ao governo de São Paulo, Fernando Haddad, e a deputada federal eleita Marina Silva (Rede-SP).

Em seu discurso, o presidente eleito deu destaque ao que chamou de "reconstrução do Brasil" e afirmou que a prioridade do seu governo será o combate à fome e à desigualdade, a recuperação da economia, a habitação e a normalidade democrática.

"É preciso reconstruir a própria alma deste país. Recuperar a generosidade, a solidariedade, o respeito às diferenças e o amor ao próximo."

FONTE:BBC NEws

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!