Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
PMDB COAGE, ATRAVÉS DE REDES SOCIAIS, O POVO , A ACEITAR A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
03/03/2017 21:01 em POLÍTICA

 

O PMDB, partido do presidente Michel Temer, publicou na página oficial da legenda no Facebook uma mensagem publicitária afirmando que, se a reforma da Previdência não for aprovada, programas sociais como o Bolsa Família e o Financiamento Estudantil (Fies) vão acabar.

A publicação, desta quinta-feira (2), não esclarece se o fim dos programas seria imediato na hipótese de o Congresso rejeitar a reforma.

A Secretaria de Imprensa da Presidência da República informou  que o governo não comentará a publicação.

A proposta de reforma da Previdência Social enviada pelo governo ao Congresso Nacional no ano passado prevê, entre outros pontos:

-idade mínima de 65 anos para homens e mulheres poderem se aposentar;

-tempo mínimo de contribuição de 49 anos para o cidadão ter direito à aposentadoria integral;

-contribuição mínima de 25 anos para o INSS.

O governo tem dito, desde que apresentou a proposta, que é preciso fazer uma reforma para que a Previdência Social se mantenha em condições de continuar pagando as aposentadorias. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já chegou a dizer que a reforma é uma "necessidade", não um desejo do governo.

Atualmente, a proposta está em análise na comissão especial da Câmara instalada neste ano para avaliar a proposta de reforma. Depois que os deputados votarem o projeto – o que o governo espera ainda para este semestre – caberá aos senadores analisarem a reforma previdenciária.

Publicação do PMDB Nacional afirma que, sem a aprovação da reforma da Previdência, programas sociais podem acabar (Foto: Reprodução/Facebook)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!